sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Dias de azar

Com tanta preocupação na vida e ainda tenho de encontrar uma caderneta de cromos completa ao longo da sexta-feira... pergunta estúpida - hoje são 13? Na minha volta matinal ao banco e CTT, nem consigo sair do parque da Associação por se encontrar um camião pequenino a ocupar a rua toda de uma lado ao outro - pior - com os quatro piscas a funcionar e sem ninguém por perto. Depois de ter acabado com a paciência dos vizinhos de tanto tocar a buzina decidi ligar para a polícia que, como sempre, não chegaram em tempo útil necessário para assistir ao caricato! 15 Minutos mais tarde vem o condutor do camião a rir, não sei se da minha cara de tédio, e ainda a pedir para chegar a minha viatura para trás para poder fazer sabe Deus o quê! Até concordo que não deve ser fácil porque aqueles "animais" são enormes e nenhuma cidade, muito menos Tomar tem condições para eles andarem, pararem ou estacionarem. Agora daí a usar o espaço público como lhes dá na cabeça!!! Depois de mais algumas aventuras matinais chega a tão esperada hora de almoço e decido ir ao modelo... mais uma aventura! Na rampa de entrada e diga-se entrada, vinha uma Ford Transite a sair. Cheguei-me para a direita com medo de levar com o sujeito de frente quando entra uma dondoca, no alto da sua carapinha cheia de laca, (tipo - pode vir um tufão que nem um único cabelo sai do sitio!) e me passa pela esquerda e se mete ao meu lado! Vinha um senhor de frente que se começou a rir e exclamou - "ele há cada cromo". Dou um toque na buzina para a velhinha caquéctica chanel me ver e qual não é o meu espanto quando a mesma vocifera umas palavras sujas e ordinárias e quase me arranca a frente do carro! Azar - salta-me a tampa e decido seguir a senhora até ao fim do mundo - parando o carro perguntei à senhora (e que me desculpem as legitimas senhoras de estar a chamar o mesmo a esta coquete) para onde me mandou porque não tinha percebido. Confrontos verbais mais à frente, lá disse à senhora que tendo idade para ser tetravó devia coser meias e não andar a atrapalhar o trânsito!!!! Ele há dias que uma pessoa não devia sair de casa...

1 comentário:

Danni disse...

Miga, gostava de ter estado presente para assistir em primeira mão (e até te ajudava à festa lá com o raio da coquete!), quer isto contado tem apenas metade da emoçao!!